Top
Irão - A Pérsia Imperial na Rota da Seda - Novas Fronteiras Viagens
fade
979
tour-item-template-default,single,single-tour-item,postid-979,mkd-core-1.1.1,mkdf-tours-1.3.1,voyage-ver-1.5,mkdf-smooth-scroll,mkdf-smooth-page-transitions,mkdf-ajax,mkdf-grid-1300,mkdf-blog-installed,mkdf-breadcrumbs-area-enabled,mkdf-header-standard,mkdf-sticky-header-on-scroll-up,mkdf-default-mobile-header,mkdf-sticky-up-mobile-header,mkdf-dropdown-default,mkdf-light-header,mkdf-large-title-text,mkdf-title-with-subtitle,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

A Pérsia Imperial na Rota da Seda

Irão
Viagens com especialistas / A Pérsia Imperial na Rota da Seda

A Pérsia Imperial na Rota da Seda

desde 3795€

por pessoa
30 Abr - 13 Mai 2018
14 dias
Mín. 15 Pessoas

Viagem ao Irão

Situado entre as esferas culturais do Médio Oriente e da Ásia Central, o Irão é um país com uma longa e complexa história, que remonta a um passado longínquo. O seu território era, desde a antiguidade, atravessado por uma série de rotas comerciais que se estendiam da China ao Mediterrâneo – a Rota da Seda – por onde viajaram não só produtos, mas gentes com as suas ideias e religiões. O Irão moderno, na sua variada composição étnica e religiosa, reflete essa rica e complexa herança histórico-cultural e a sua privilegiada situação geográfica.

O país possui também paisagens de uma grande beleza natural – montanhas monumentais, cujos cumes se encontram permanentemente cobertos de neve, extensas planícies férteis e imponentes desertos. A própria natureza do país nos faz lembrar o paraíso, esse termo que tem as suas origens na língua persa – pairidaeza – os antigos jardins construídos pelos Aqueménidas em torno dos seus palácios, como em Pasárgada ou Persepolis, protegidos do mundo exterior por muros. Estes jardins fechados, organizados numa geometria de quadrados e retângulos, por entre alamedas arborizadas e cursos de água tornaram-se, com a sua adoção pelo Islão, numa alegoria do Paraíso. O Jardim Persa, classificado pela UNESCO como Património da Humanidade, é uma das grandes heranças culturais do Irão, com as suas associações poéticas e religiosas, local de repouso e contemplação, cuja beleza reflete a perfeição do Criador Divino. Investido de uma sofisticação geométrica e de uma grandeza estética, transforma-se assim no jardim islâmico por excelência, de Granada ao Taj Mahal. O Irão é, por isso, um país de flores e água, onde os próprios mausoléus dos seus grandes poetas se encontram rodeados de jardins que são autênticos paraísos terrestres.

Durante a sua história recente, nos últimos quinhentos anos, o Irão tem tido várias capitais, algumas, como Isfahan, Shiraz ou Teerão, marcadas pelos vestígios de um tempo em que foram o centro político e o lugar privilegiado de residência da corte imperial, onde mesquitas, palácios, santuários e pavilhões constituem hoje testemunhos imponentes dessa grandeza, refletindo a tradição estética e os estilos arquitetónicos das dinastias que elevaram essas cidades ao estatuto de capital. Numa viagem de descoberta a esse passado, este percurso convida também a viver o Irão do presente, na sua gastronomia e nas suas gentes, de Teerão, capital desde o século XIX, e que tem como pano de fundo o cenário magnífico das Montanhas de Alborz; passeando pelos grandes bazares de Kerman, Shiraz e Isfahan; a repousar nas suas casas de chá, entre os aromas exóticos do fumo do tabaco no cachimbo d’água, e a magia dos poemas de Hafez ou Sa’di acompanhados ao som de musica clássica persa.

Ver itinerário

A Pérsia Imperial na Rota da Seda

desde 3795€

por pessoa

1º dia – 30 de abril (2ªfeira) – Lisboa | Frankfurt | Teerão

Comparência no aeroporto para formalidades de embarque num voo Lufthansa com destino a Teerão, via Frankfurt. Chegada a Teerão e após formalidades de desembarque, transfere para o Hotel Espinas 4* ou similar no centro de Teerão. Alojamento.

2º dia – 1 de maio (3ºfeira) – Teerão

Visitamos o Museu Nacional do Irão, cujo acervo constitui hoje das mais importantes e únicas coleções de arte e antiguidades na região, cobrindo os vários períodos da história do Irão. Após o almoço, visita ao Museu Nacional das Joias instalado num dos edifícios do Banco Nacional, onde se encontra em exibição uma das maiores coleções de joias, adquiridas pelas famílias reais do Irão, do período Safavida ao século XX. Continuarmos para o Palácio Niavaran, residência de verão dos últimos soberanos da dinastia Qajar, e uma das residências favoritas dos Pahlavis, localizado no norte da cidade. Jantar e alojamento.

3º dia – 2 de maio (4ªfeira) – Teerão | Bandar Abbas

Após o pequeno-almoço, visita ao Palácio Golestan, a residência oficial da dinastia Qajar durante o século XIX, atualmente classificado pela UNESCO como Património da Humanidade. Continuamos para o Museu do Vidro e da Cerâmica, instalado num magnifico edifício dos anos 30, outrora Embaixada do Egipto. Terminamos o dia com um passeio pela cidade de Teerão e Grande Bazar, seguido de transfere para o aeroporto de Teerão para formalidades de embarque em voo doméstico com destino a Bandar Abbas. Chegada a Bandar Abbas e transfere para o hotel Hormoz 5* ou similar.

4º dia – 3 de maio (5ªfeira) – Bandar Abbas | Ormuz | Qeshm | Shiraz

De manhã atravessamos (trajeto de barco) o Golfo de Ormuz para visitar a Ilha e o Castelo de Ormuz. Esta fortaleza medieval portuguesa foi construída após a conquista da Ilha de Ormuz por Afonso de Albuquerque em 1507, para controlar o tráfico marítimo entre o Mar Arábico e o Golfo Persa. Após a visita, ligação de barco à Ilha de Qeshm. Inscrita na Lista Indicativa da UNESCO para Património da Humanidade, Qeshm também esteve sob controlo português durante o século XVI e inicio de século XVII, parte do sistema defensivo e controlo marítimo estabelecido por Portugal no Estreito de Ormuz. Transfere para o aeroporto de Qeshm para formalidades de embarque num voo doméstico com destino a Shiraz. Jantar e alojamento em Shiraz no Hotel Royal 4* ou similar.

5º dia – 4 de maio (6ªfeira) – Shiraz

Em Shiraz visitamos a mesquita e mausoléu de Sha-e-Cheragh, um dos mais sagrados do Irão, onde se encontram sepultados Ahmad e Muhammad, filhos do VII Imam shiita Musa al-Kadhim (745-799), com estruturas belamente decoradas em azulejaria azul e verde, datadas dos períodos Safavida e Qajar. Continuamos para os famosos jardins tradicionais persas de Bagh-e Naranjestan, local da residência Qavam contruída pela família com o mesmo nome, entre 1879-1886. Visitamos depois a mesquita de Nasir al-Mulk, decorada no seu interior com azulejos em que a cor rosa predomina, contruída em 1876-88 pelo soberano Qajar Mirza Hassan Ali; e os Aramgah-e Hafez e Aramgah-e Sa’di, os jardins onde se encontram os mausoléus dos grandes poetas místicos Hafez e Sa’di, respetivamente. Terminamos a nossa visita no famoso Bazar-e Vakil de Shiraz. Jantar e alojamento.

6º dia – 5 de maio (sábado) – Shiraz | Persepolis | Naqsh-e-Rustam | Pasárgada | Shiraz

Saída para visita ao complexo arqueológico de Persepolis, classificado pela UNESCO como Património da Humanidade, onde Dario I (522-486 a.C.) e os seus sucessores Aqueménidas construíram uma série de extensos complexos cerimoniais parcialmente destruídos por Alexandre em 330 a.C. Continuamos para Naqsh-e-Rustam, inscrito na Lista Indicativa da UNESCO para Património da Humanidade, onde se encontram os túmulos de vários soberanos aqueménidas, e relevos com inscrições rupestres datados dos períodos Elamita e Sassânida. Continuação para o sitio arqueológico da antiga residência real aqueménida em Pasárgada, também classificado pela UNESCO como Património da Humanidade, onde se encontra o túmulo de Ciro o Grande (559-530 a.C.), fundador do Império Aqueménida (550-330 a.C.). Regresso a Shiraz para jantar e alojamento.

7º dia – 6 de maio (domingo) – Shiraz | Kerman

Saída para Kerman, com paragem em Sarvestan, um complexo arqueológico do período Sassânida (224-651) inscrito na Lista Indicativa da UNESCO para Património da Humanidade. Construído por Bahramgur (420-438) para servir de residência e caravançarai, as estruturas do palácio preservam ainda uma das grandes cúpulas em tradição arquitetónica sassânida, em tijolo cozido e argamassa de adobe. Almoço durante o percurso. Chegada a Kerman e visita a uma das casas de chá localizada no grande bazar histórico da cidade. Jantar e alojamento no Hotel Kerman Pars 5* ou similar.

8º dia – 7 de maio (2ªfeira) – Kerman | Rayen | Mahan | Kerman

Saída para Rayen, uma cidade-museu completamente construída em adobe e musealizada nas ultimas décadas do século XX, onde teremos oportunidade de visitar a Arg-e-Rayen (Cidadela) e passear pelas ruas da cidade. Continuamos para Mahan para visitar o jardim persa de Bagh-e Shahzadeh, um verdadeiro oásis rodeado pelo deserto, implantado em terraços, com pavilhões, cursos de agua e fontes decorativas, construído na sua forma atual por volta de 1870 por Abdulhamid Mirza Naserodolleh, governador Qajar de Kerman. Continuamos para o Aramgah-e Shah Ne’matollah Vali que inclui a mesquita, jardins e mausoléu do famoso mestre e poeta sufi Shah Ne’matollah Vali (falecido em 1431), construído entre os séculos XV e XVIII. Regresso a Kerman para visita ao extenso bazar no centro histórico, inscrito na Lista Indicativa da UNESCO para Património da Humanidade, e a uma das suas famosas casas de chá. Jantar e alojamento.

9º dia – 8 de maio (3ªfeira) – Kerman | Yazd

Saída em direção a Yazd. Almoço à chegada, seguido de visita aos pontos de maior interesse no centro histórico da cidade de Yazd, inscrito na Lista Indicativa da UNESCO para Património da Humanidade. Visitamos a Grande Mesquita, o Complexo do Amir Chaghmagh, o Jardin Dolat Abad, o bazar, o Ateshkadeh zoroastra (santuário do Fogo Eterno), e as Torres do Silêncio (Dakhmeh-e Zartoshtiyun) na velha necrópole Zoroastra. Jantar e alojamento no hotel Laleh 4* ou similar.

10º dia – 9 de maio (4ªfeira) – Yazd | Naien | Isfahan

Partida em direcção a Isfahan, visitando durante o percurso o antigo caravançarai em Naein. Jantar e alojamento de 3 noites no Hotel Abassi 4* ou similar.

11º dia – 10 de maio (5ªfeira) – Isfahan

Em Isfahan visitamos os monumentos Safavidas em redor da Praça Naqsh-e-Jahan, classificados pela UNESCO como Património da Humanidade: o Palácio Ali Qapu, originalmente construído por Shah Abbas I (1588-1629) para servir como grande porta cerimonial entre a praça e os palácios safavidas; a Mesquita do Imam, também conhecida como Mesquita do Shah, cuja construção iniciou-se em 1611 por ordem de Shah Abbas I, para servir a população da cidade, e a Mesquita de Sheikh Lotfollah, contruída entre 1603-1609, durante o reinado de Abbas I, como mesquita privada do shah e de sua família, razão pela qual não tem minaretes para chamar os crentes à oração. Passeio pelo grande Bazar-e Bozorg com as suas lojas, ateliers e famosas casas de chá. Visitamos ainda as pontes sobre o rio Zayandeh. Jantar e alojamento.

12º dia – 11 de maio (6ªfeira) – Isfahan

Dia de visitas em Isfahan: os jardins e Palácio de Chehel Sotun construído pelo Shah Abbas II (1642-1666), decorado com belos frescos representando episódios importantes da historia da dinastia Safavida, incluindo a famosa recepção oferecida pelo Shah Tahmasp ao imperador Mughal Humayun, durante o seu exilio no Irão em 1544. No Bairro Arménio visitamos a Catedral Vank (“Mosteiro” em arménio), também conhecida como Catedral de S. Salvador, construída por ordem de Shah Abbas I para servir a comunidade arménia aqui estabelecida pelo shah. Segunda visita ao grande Bazar-e-Bozorg com tempo livre para compras e visitar as casas de chá de Isfahan. Jantar e alojamento.

13º dia – 12 de maio (sábado) – Isfahan | Kashan | Teerão

Partida em direção a Teerão, visitando Kashan durante o percurso. Inscrito na Lista Indicativa da UNESCO para Património da Humanidade, em Kashan visitamos os jardins Bagh-e Fin, o centro histórico com as suas residências de ricos comerciantes e o Aminoddole caravançarai no bazar de Kashan. Jantar e alojamento no Hotel Ibis ou similar, junto ao aeroporto de Teerão.

14º dia – 13 de maio (domingo) – Teerão | Frankfurt | Lisboa

Em hora a indicar, transfere ao Aeroporto Internacional Imam Khomeini para o voo da Lufthansa com destino a Lisboa, via Frankfurt.
Ver especialista

Álvaro Figueiredo

Arqueólogo

Álvaro Figueiredo especializou-se em Arqueologia do Próximo e Médio Oriente Antigo no Institute of Archaeology, University College London, e estudou Árabe na School of Oriental & African Studies, University of London. A sua formação académica e profissional leva-o de Londres ao Medio Oriente, onde se destaca a sua participação em projectos de investigação arqueológica no sítio Pré-dinástico de Hierakonpolis, no Egipto, em ‘Azraq e em Qasr Burqu’, na Jordânia, e no tell arqueológico de Qadesh, na Síria, local da famosa batalha entre Ramses II e os Hititas.

A experiência de vida em diferentes países resulta no convite do Bristish Museum e, mais tarde, do Museu Nacional de Arqueologia, para acompanhar viagens culturais a países do Médio Oriente, Ásia Central, India e África Oriental.

Ao longo dos anos tem colaborado com o Museum of London Archaeology (MOLA - Londres), com a empresa Era Arqueologia em Portugal, e com o Museu Nacional de Arqueologia (Lisboa), onde integra a equipa de investigação radiológica e bioarqueológica do Lisbon Mummy Project.

Conferencista e professor convidado por universidades e outras instituições de natureza cultural e cientifica no Reino Unido, em Portugal e nos EUA onde, depois do seu projecto arqueológico em Troia, foi em 2006 “Portugal Fund Lecturer” a convite do Archaeological Institute of America.

Autor de textos para publicações de carácter científico e exposições museológicas, tem interesses específicos nas áreas da Egiptologia, Arqueologia do Mediterrâneo Oriental, Império Romano, origens e desenvolvimento do Islão, e história contemporânea do Médio Oriente e do Subcontinente Indiano.

Trabalha e vive entre as cidades de Londres e Lisboa.

 

Ver mapa

A Pérsia Imperial na Rota da Seda

desde 3795€

por pessoa

Localização

Ver Preços

A Pérsia Imperial na Rota da Seda

desde 3795€

por pessoa

  • Preços por pessoa
    Mínimo de 15 participantes
  • Quarto Duplo
    3795€
  • Suplemento quarto individual
    795€

 

O preço inclui

  • Acompanhamento por parte de Álvaro Figueiredo durante toda a viagem;
  • Acompanhamento por um elemento da agência durante toda a viagem;
  • Passagem aérea em classe económica para percurso Lisboa / Istambul / Teerão / Istambul / Lisboa em voo regulares Lufthansa com direito a 23 kg de bagagem;
  • Voos internos Teerão / Bandar Abbas / Shiraz;
  • 13 noites de alojamento em hotéis de 4**** e 5*****;
  • Pensão completa (desde o pequeno almoço do 2º dia ao jantar do 12º dia);
  • Todos os transportes como indicado no programa;
  • Guias locais em espanhol;
  • Todas as visitas mencionadas no itinerário (devido a questões governamentais a ordem das visitas pode ser alterada mas todas serão garantidas);
  • Todas as entradas mencionadas no programa;
  • Todos os impostos aplicáveis;
  • Taxas de aeroporto, segurança e combustível no montante de 330,20 € (à data de 09.11.2017) – a reconfirmar e atualizar na altura da emissão da documentação);
  • Visto de entrada no Irão;
  • Seguro Multiviagens VIP

O preço não inclui

  • Bebidas às refeições
  • Tudo o que não esteja como incluído de forma expressa;
  • Despesas de caráter particular designados como extras.