Top
Aveiro - A Vista Alegre em Aveiro - Novas Fronteiras Viagens
fade
1836
tour-item-template-default,single,single-tour-item,postid-1836,mkd-core-1.1.1,mkdf-tours-1.3.1,voyage-ver-1.5,mkdf-smooth-scroll,mkdf-smooth-page-transitions,mkdf-ajax,mkdf-grid-1300,mkdf-blog-installed,mkdf-breadcrumbs-area-enabled,mkdf-header-standard,mkdf-sticky-header-on-scroll-up,mkdf-default-mobile-header,mkdf-sticky-up-mobile-header,mkdf-dropdown-default,mkdf-light-header,mkdf-large-title-text,mkdf-title-with-subtitle,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Aveiro

A Vista Alegre em Aveiro
Viagens com especialistas / Aveiro

Aveiro

desde 429€

por pessoa
22 Jun - 23 Jun 2019
2 dias
Mín. 15 Pessoas

Viagem a Aveiro

Em 1824, cerca de meio século depois das primeiras tentativas do fabrico de porcelana, Portugal vai finalmente entrar no conjunto de países europeus que possuíam o segredo daquele material vítreo ao qual se dá o nome de porcelana.

A fábrica só começa a produção da porcelana em força, em 1834, lavando dez anos a produzir vidros e louça de “pó de pedra”.

José Ferreira de Pinto Basto foi um empreendedor de energia e vontade que foi uma personalidade que além de mover nos planos industrial, comercial e politico, protegeu as artes, a instrução e as instituições de caridade, tendo ao mesmo tempo ocupado o lugar de destaque na sociedade da época.

A sua fábrica da Vista Alegre, passando de pais para filhos e de filhos para netos, mantida sempre na mesma família até ao ano de 2009, deu origem a uma afeição por José Ferreira de Pinto Basto, admiração que até hoje se mantém, apesar daquela data fábrica pertencer ao Grupo Visa Beira.

O Museu da Vista Alegre de hoje é herdeiro de três museus, os quais feitos pelo Conservador de Cerâmica do Museu Nacional de Arte Antiga, o primeiro localizado no designado “palácio” data do ano 1947. O segundo, aberto em 1964 foi ampliado e inaugurado ao público, mudando para os edifícios antigos da fábrica, local com espaço para alojar o espólio de peças de porcelana, documentos e desenhos. Estas instalações foram renovadas em 2001.

Entre 2014 e 2016 o Museu Vista Alegre sofreu obras de requalificação, que incluíram a recuperação do património edificado existente e a ampliação dos espaços expositivos, destacando-se a integração de dois antigos fornos da empresa nas áreas de receção do Museu.

O novo museu pretende mostrar a história da fábrica, a evolução estética da produção de porcelana e a sua importância na sociedade portuguesa nos séculos XIX e XX, através de um dos mais completos espólios museológicos do género, que conta com mais de 30.000 peças.

Museu Vista Alegre assume como missão promover a salvaguarda, investigação e interpretação do património industrial da Fábrica de Porcelana da Vista Alegre, inspirando e motivando os visitantes para o conhecimento da cultura cerâmica, através das coleções e valores da Vista Alegre.

O Museu de Vista Alegre foi galardoado pela APOM com uma Menção Honrosa na categoria “Melhor Museu do Ano”, e recebeu os Prémios APOM 2017 nas categorias “Merchandising Cultural” e “Trabalho de Museografia”.

Rui André Alves Trindade

Ver itinerário

Aveiro

desde 429€

por pessoa

1º dia – 22 de Junho (sábado) – LISBOA | ILHAVO

Comparência pelas 07h30, em Sete Rios, junto à porta principal do jardim Zoológico, para saída em autocarro de turismo com destino a Ílhavo, em direção à Fábrica e Museu de Porcelana da Vista Alegre onde faremos a nossa primeira visita. Fundada em 1824, a Fábrica de Porcelana da Vista Alegre foi a primeira unidade industrial dedicada à produção da porcelana em Portugal. Ao longo do seu percurso, a marca Vista Alegre, que sempre esteve intimamente associada à História e à vida cultural portuguesas, adquiriu uma notoriedade ímpar e enorme projeção. O reconhecimento público imediato, a qualidade percecionada e o valor de investimento em inovação e design fazem da Vista Alegre uma das poucas insígnias portuguesas de luxo a nível mundial. Almoço no restaurante o Navegante (ou similar). Pela tarde regresso ao Museu para uma merecida visita à Capela da Vista Alegre. Mandada edificar em finais do século XVII, a Capela da Nossa Senhora da Penha de França é um dos pontos de interesse da Quinta da Vista Alegre. Ao fim da tarde chegada ao Montebelo Vista Alegre Ilhavo Hotel 5*(ou similar), e distribuição de quartos.  Jantar e Alojamento.

2º dia – 23 de Junho (sábado) – ILHAVO | LISBOA

Pequeno almoço no hotel. Após saída do hotel, tomamos o caminho de Aveiro. Aqui chegados, visita ao Museu de Aveiro. Fundado em 1458, este antigo convento dominicano feminino onde viveu Santa Joana Princesa reflete a vivência da comunidade das freiras ao longo de cerca de quatro séculos, com diferentes estilos arquitetónicos. Almoço. Após o almoço, embarque num barco moliceiro para um cruzeiro através dos canais da Ria.  Findo o percurso, tempo ainda para visita a uma fábrica de ovos moles. Regresso a Lisboa ao final do dia, via Figueira da Foz. Fim da viagem.
Ver especialista

Rui Trindade

Historiador de Arte

Rui André Alves Trindade. Lisboa, 1959.

2010,  Doutorado em História da Arte da Idade Média pela Universidade Nova de Lisboa; 2001/ 2002, Curso de Defesa Nacional, Instituto da Defesa Nacional.
1995/ 2000, Mestre em Historia da Arte da Idade Média pela Universidade Nova de Lisboa.
1989 / 1991, Curso de Conservador de Museu pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa.
1988, Licenciatura em Pintura  pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa.
2009, Conservador da Coleção de Cerâmica  do  Museu Nacional Arte Antiga.
Tem desenvolvida a sua atividade profissional como Professor Convidado na Universidade Nova, dando conferencias e escrevendo artigos  da especialidade.
Em 2007, publicou Revestimentos Cerâmicos Portugueses. Meados do Seculo XIV e primeira metade do seculo XVI. Universidade Nova de Lisboa. Edições Colibri, Lisboa, 2007.

 

Ver mapa

Aveiro

desde 429€

por pessoa

Localização

Ver Preços

Aveiro

desde 429€

por pessoa

  • Preços por pessoa
    Mínimo de 15 participantes
  • Em quarto duplo (sócios GAMNAA)
    429€
  • Em quarto duplo (não sócios GAMNAA)
    449€
  • Suplemento quarto individual
    60€

O preço inclui

  • Acompanhamento por Rui Trindade Conservador do Museu Nacional de Arte Antiga;
  • Acompanhamento por responsável Novas Fronteiras durante todo o circuito;
  • 1 noite de alojamento em regime de Meia Pensão (com bebidas);
  • 2 almoços (com bebidas);
  • Todas as visitas mencionadas no programa;
  • Áudio-guias;
  • Seguro Multiviagens

O preço não inclui

  • Extras de caráter particular e tudo o que não estiver mencionado como incluído;
  • Gratificações a guia e motorista..