Top
Itália: Campânia - Baía de Nápoles - Novas Fronteiras Viagens
fade
3732
tour-item-template-default,single,single-tour-item,postid-3732,mkd-core-1.1.1,mkdf-tours-1.3.1,voyage-ver-1.5,mkdf-smooth-scroll,mkdf-smooth-page-transitions,mkdf-ajax,mkdf-grid-1300,mkdf-blog-installed,mkdf-breadcrumbs-area-enabled,mkdf-header-standard,mkdf-sticky-header-on-scroll-up,mkdf-default-mobile-header,mkdf-sticky-up-mobile-header,mkdf-dropdown-default,mkdf-light-header,mkdf-large-title-text,mkdf-title-with-subtitle,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Campânia – Baía de Nápoles

Com Vasco Sintra
Viagens com especialistas / Campânia – Baía de Nápoles

Campânia – Baía de Nápoles

desde 1900€

por pessoa
26 Fev - 05 Mar 2022
8 dias
Mín. 15 Pessoas

Campânia – Baía de Nápoles

 

A Campânia é, sem dúvida, uma das terras mais singulares e entusiasmantes do mundo. As suas deslumbrantes paisagens, as suas inúmeras belezas artísticas, a sua história milenar que aflora em cada esquina, o seu clima ameno durante todo o ano, a sua riqueza de tradições e rica enogastronomia são para os seus visitantes uma fonte inesgotável de fortes emoções e um motivo irresistível para visitar continuamente este lugar.
As atracções desta região são como o conteúdo de um cofre repleto de joias preciosas, cada uma com o seu próprio esplendor.Nápoles foi outrora capital de um potente reino e, por conseguinte, um grande centro cultural e artístico, bem como uma cidade de grande vitalidade. As suas ruas estão impregnadas de tradições e crenças populares, mas também do inconfundível perfume da pizza mais autêntica e da melhor mozzarella. O majestoso Vesúvio domina o seu golfo e a Península Sorrentina, criando, como seu perfil inigualável, uma paisagem apaixonante de dia e fascinante de noite.
Sorrento, Positano e Amalfi são as joias da coroa de uma costa onde as montanhas caem a pique sobre o Mediterrâneo criando baías encantadoras. A ilha de Capri é um verdadeiro paraíso natural onde o mar e o céu se fundem num imenso tom de azul, comum toque de glamour e elegância moldado pela passagem do tempo. Dos seus terraços avista-se a verdadeira essência da beleza que se torna um suspiro da mente e do coração.
E o que dizer da grandiosidade e magnificência do Palácio Real de Caserta, que nada tem a invejar a Versailles, com os seus infindáveis jardins e fontes monumentais? Nobre e aristocrático, o Reino das Duas Sicílias foi efectivamente, desde sempre, uma terra de progresso, inovação e grande fervor artístico.
A arqueologia é também uma nota sempre presente nesta região. Conhecer as fascinantes histórias da grega Paestum e das romanas Pompeia, Herculano e Stabia é conhecer a história da Humanidade. Durante esta imperdível viagem, mergulharemos nos restos destas civilizações que tanto nos apaixonam e nos remetem para uma era magnífica.
Venha connosco e deixe-se levar pelas atmosferas oníricas do Sul da Bella Italia!

 

 

Ver itinerário

Campânia – Baía de Nápoles

desde 1900€

por pessoa

1ª dia - 26 Fevereiro (Sábado) – LISBOA/ROMA/MONTECASSINO/NÁPOLES

Comparência no aeroporto de Lisboa 2h antes da partida, para formalidades de embarque no voo TAP com destino a Roma. Chegada, formalidades de desembarque, assistência pelo nosso agente local e transporte a restaurante para almoço. De tarde visitaremos a imponente Abadia de Montecassino, onde se encontra sepultado S. Bento, fundador da homónima ordem monástica. Na Idade Média esta foi uma das abadias mais potentes de toda a Europa, tendo controlado um vastíssimo território e sendo quase equiparada a um estado independente. Tal poder reflecte-se na majestosidade da sua arquitectura e na riqueza do património que conserva. No interior desta milenar abadia, famosa pelos bombardeamentos que sofreu durante a Segunda Guerra Mundial, teremos a oportunidade de visitar um património artístico inestimável acumulado ao longo dos cerca de 1500 anos da sua existência. Ao final da tarde, continuação para Nápoles e alojamento no Decumani Hotel de Charme 4* ou similar. Jantar livre.

2º dia - 27 Fevereiro (Domingo) – NÁPOLES/CASERTA/CÁPUA/NÁPOLES

Pequeno-almoço no hotel e saída para Caserta, onde visitaremos o seu famoso Palácio Real. Símbolo da cidade e classificado como património da Humanidade pela UNESCO, o palácio é um dos mais importantes monumentos do património artístico italiano. Projectado no século XVIII pelo arquitecto Luigi Vanvitelli, por ordem de Carlos III de Bourbon, é uma obra-prima da arquitectura e decoração e, por sua vez, um recipiente de numerosas obras de arte: pinturas a fresco, esculturas, mobiliário, pisos embutidos, etc. Uma parte integrante da majestosidade e beleza do Palácio Real é o maravilhoso parque, um típico exemplo de jardim em estilo italiano, construído com grandes canteiros e, acima de tudo, um triunfo de recursos hídricos, com inúmeras piscinas, fontes e cascatas, decoradas com imponentes esculturas. O resultado é um efeito visual de grande impacto que culmina na Grande Cascata. Após o almoço, prosseguimento para S. Maria Capua Vetere, onde visitaremos as ruínas da antiga Cápua. Reviveremos aqui a revolta de gladiadores e escravos liderada por Spartacus entre 73 e 71 a.C. Teremos a oportunidade de visitar o Museu Arqueológico, o interessante Museu dos Gladiadores, bem como o famoso anfiteatro romano, o segundo maior do Mediterrâneo depois do Coliseu de Roma. Regresso ao hotel em Nápoles. Jantar livre.

3º dia – 28 Fevereiro (2ªfeira) – NÁPOLES/POMPEIA/STABIAE/HERCULANO/NÁPOLES

Após o pequeno-almoço, saída com destino a Pompeia, uma das mais célebres atracções turísticas a nível mundial e um verdadeiro milagre da arqueologia. Sepultada por uma enorme quantidade de material vulcânico libertado pela grande erupção do Vesúvio em 79 d.C., a cidade conservou-se quase totalmente, não apenas a nível arquitectónico mas também os seus habitantes, cujos corpos carbonizados foram achados. Farão parte da visita edifícios privados, luxuosamente decorados com pinturas a fresco, esculturas e pavimentose em mosaico, mas também edifícios públicos, como o anfiteatro, as termas, os prostíbulos, o Forum, templos, entre outros. Explorar as ruínas de Pompeia é como fazer uma verdadeira viagem no tempo, num lugar onde esse tempo ficou fascinantemente parado. Almoço em restaurante local. De tarde, visita a Stabiae, cidade romana que tinha um papel estratégico a nível comercial já no período arcaico (VIII século A.C.), tendo atingido o seu maior desenvolvimento demográfico entre a destruição da cidade por parte de Sila (89 a.C.) e a erupção do Vesúvio (79 d.C.). Nesta época, foram aqui construídas grandes moradias de luxo, com vistas panorâmicas, bem como vastos bairros residenciais, dotados de complexos termais, pórticos e fontes decoradas de forma exuberante. Durante a visita, teremos a oportunidade de entrar em algumas destas residências, entre as quais a Villa S. Marco, uma das maiores do mundo romano, e a Villa Adriana, a mais antiga da cidade, decorada com magníficas pinturas a fresco. Continuação para Herculano, para a visita do seu parque arqueológico, classificado como património mundial pela UNESCO. Juntamente com Pompeia e Stabiae, esta cidade romana foi atingida pelo terramoto de 62 d.C. e depois sepultada pela erupção do Vesúvio em 79 d.C. Segundo uma antiga lenda, o nome Herculano deriva de Hércules, fundador da cidade em 1243 a.C. Posteriormente, a localidade foi dominada pelos Samnitas e pelos Romanos, época em que se torna um importante centro residencial chamado Resina, nome que conservou até 1969, quando passou novamente a chamar-se Herculano. Em 79 d.C. a violenta erupção do Vesúvio cobriu a cidade com lama, lava e lapilli. Muitos habitante conseguiram fugir, tendo-se o maior número de vítimas registado entre os pobres e os escravos. Ao mesmo tempo, o estrato de lava que cobriu a cidade fez com que ela ficasse excepcionalmente preservada ao longo dos séculos, incluindo materiais orgânicos, como móveis de madeira, papiros e tecidos, encontrados praticamente intactos. Ao final da tarde, regresso a Nápoles e alojamento. Jantar livre.

4º dia - 01 Março (3ª feira) – NÁPOLES/CAPRI/NÁPOLES

Pequeno-almoço no hotel. Em hora a indicar, transporte ao porto de Nápoles e partida em ferry com destino à ilha de Capri. Chegada e início da visita desta ilha fascinante e de beleza ímpar, meta de intelectuais, escritores, artistas e estrelas de cinema que por ela se apaixonam perdidamente. Subida em teleférico do porto de Marina Grande para a Piazzetta, ponto de encontro do jet set internacional e de partida para um agradável passeio pelas ruelas desta encantadora localidade, que culminará com uma esplêndida vista panorâmica a partir dos Jardins de Augusto. Tempo livre para experimentar os perfumes tradicionais da ilha, degustar um bom gelado típico ou fazer compras. Continuação para a pitoresca localidade de Anacapri, na extremidade oposta da ilha, para uma breve visita à Villa San Michele e almoço. De tarde, teremos o prazer de realizar um cenográfico passeio de barco em redor da ilha, para admirar as suas belezas naturais e alguns dos seus principais monumentos, entre os quais o Palácio de Tibério e os famosos farilhões. Ao final do dia, regresso ao porto de Nápoles. Continuação para o hotel e alojamento. Jantar livre.

5º dia - 02 Março (4ªfeira) – NÁPOLES

Pequeno-almoço no hotel. Começaremos o dia com uma visita panorâmica pelo pitoresco centro histórico da maior cidade do sul de Itália e capital da região da Campânia. Fundada pelos habitantes da colónia grega de Cumas, em 475 a.C., que lhe deram o nome de Neapolis, foi mais tarde dominada por uma longa série de povos estrangeiros, entre os quais os Normandos, os Árabes, os Aragoneses e os Franceses de Anjou, até se tornar capital do importante Reino das Duas Sicílias. O seu centro histórico é o mais amplo da Europa e foi classificado, em 1995, como património mundial da Humanidade pela UNESCO. Merecem particular destaque, entre outros, a Via Toledo, Spaccanapoli, a Praça do Plebiscito, o Teatro de S. Carlos, a Galeria Humberto I, o Castel dell’Ovo e o Castel Nuovo ou Maschio Angioino. Visitas internas à Igreja de S. Domingos, ao claustro da Igreja de S. Clara e à Capela de S. Severo, com o famoso Cristo Velado. Após o almoço, subiremos à parte alta da cidade para a visita da Cartucha de S. Martino, grandioso complexo monástico com extraordinárias vistas panorâmicas sobre a cidade, localizado nas imediações do Castel Sant’Elmo, a principal fortaleza de Nápoles. Continuaremos para o Museu de Capodimonte, a melhor galeria de arte da cidade, onde poderemos admirar obras de Rafael, Caravaggio, Tiziano, Brueghel, El Greco, Parmigianino, Masaccio e Giovanni Bellini, entre muitos outros. Trata-se, sem dúvida, de um dos museus mais ricos e imponentes a nível mundial, em termos de pintura. Regresso ao hotel. Jantar livre e alojamento.

6º dia - 03 Março (5ªfeira) – NÁPOLES

Pequeno-almoço no hotel. A manhã será inteiramente dedicada à exploração do Museu Arqueológico Nacional de Nápoles, que, com os seus quase 13.000 m2 de superfície, é um dos melhores do mundo, a nível arqueológico. Fundado em 1816 pelo rei Fernando I de Bourbon, è composto por três núcleos principais: a colecção Farnese, composta por achados provenientes de Roma e arredores; as colecções pompeianas, das quais fazem parte obras de arte encontradas em Pompeia, Herculano e outras localidades da área vesuviana; e a colecção egípcia, a terceira mais importante a nível mundial, depois do Museu do Cairo e do Museu Egípcio de Turim. Após o almoço, continuaremos com uma visita à Igreja de S. Gregório Armeno e à Catedral, onde se encontra exposto o preciosíssimo Tesouro de S. Januário, padroeiro da cidade. Seguir-se-á a visita do Palácio Real, residência oficial dos vice-reis espanhóis da dinastia de Bourbon durante cerca de 150 anos, entre 1734 a 1861. Foco da visita serão sobretudo os Apartamentos Reais, luxuosamente decorados em estilo tardo-barroco. Tempo livre. Regresso ao hotel, jantar livre e alojamento.

7º dia - 04 Março (6ªfeira) – NÁPOLES/SORRENTO/POSITANO/AMALFI/RAVELLO/SALERNO

Depois do pequeno-almoço, partida para a famosa localidade balnear de Sorrento, com a sua Vila Comunal a pique sobre o mar, de onde desfrutaremos de uma fantástica vista sobre o Golfo de Nápoles. Nas suas lojas de comércio local teremos certamente a oportunidade de provar o típico licor de limão, tão famoso em toda a Itália, mas cujas origens se encontram precisamente nesta cidade. Apreciando deslumbrantes paisagens de contraste entre mar e montanha e percorrendo a magnífica Costa Amalfitana por uma das mais belas estradas do país, passaremos pela sofisticada Positano, onde efectuaremos uma breve paragem fotográfica, para depois chegarmos a Amalfi, classificada pela UNESCO como património da Humanidade. Almoço em restaurante local. De tarde, visita desta pequena cidade, que atingiu o seu máximo esplendor como “república marítima” no século XI, e da qual se destacam a Catedral de Santo André e as pequenas ruelas e escadarias íngremes de origem medieval. Subiremos ainda à pitoresca Ravello, situada no alto de uma montanha, a pique sobre o mar. As vistas panorâmicas e a beleza da sua Catedral, bem como dos jardins da Villa Rufolo e da Villa Cimbrone, fazem deste lugar uma verdadeira jóia da Costa Amalfitana, de inesquecível encanto. Ao final do dia, continuação para Salerno. Jantar e alojamento no hotel.

8º dia - 05 Março (Sábado) – SALERNO/PAESTUM/ROMA/LISBOA

Pequeno-almoço no hotel, check out e partida com destino a Paestum. A manhã será inteiramente dedicada à visita desta antiquíssima cidade da Magna Grécia, baptizada pelos Gregos como Poseidonia, em honra do deus dos mares. Na sua área arqueológica observaremos de perto a singular beleza arquitetónica dos templos de Hera, Atena e Poseidon, bem como outros edifícios deste antigo centro urbano. Tempo ainda para a visita do seu museu arqueológico, onde se encontram as célebres pinturas a fresco do Túmulo do Mergulhador, raríssimos exemplos de pintura de época grega. O nosso último almoço terá lugar num agroturismo e será composto por produtos típicos, entre os quais a famosa “mozzarella di bufala”, rainha da gastronomia local. Este último dia será um verdadeiro triunfo de história, arte, sabores e tradições que fazem da região da Campânia um território único no mundo. Após a refeição, partida para Roma e transporte ao Aeroporto de Fiumicino. Assistência nas formalidades de embarque e partida com destino a Lisboa.
Ver especialista

Vasco Sintra

Guia cultural oficial em Itália

Vasco André Oliveira Sintra
Nascido na Figueira da Foz em 1983, desde sempre nutre uma grande paixao por História, Arqueologia, Arte, Geografia e Línguas, pelo que, desde tenra idade, começa a aprofundar os seus conhecimentos acerca de culturas antigas, História de Portugal e de outros países, bem como de línguas e literatura estrangeiras.

Em 2001, inicia a Licenciatura em Jornalismo na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e, em 2003, muda-se para Roma, a fim de cumprir o programa Erasmus, que acaba por durar dois anos lectivos. Terminada a licenciatura, entra como estagiário na Agência Lusa, em Lisboa, e regressa a Itália, como seu correspondente.

O seu espírito inquieto e curioso levam-no também a dar início a uma carreira no mundo do turismo, trabalhando em diversos sectores até alcançar a posição de proprietário e director de um operador turístico na capital italiana. Sedento de novas experiências e dando asas ao seu carácter empreendedor, decide continuar a aprofundar os seus estudos no âmbito arqueológico, histórico e artístico, tendo obtido, em 2010, a licença de Guia Turístico Oficial de Roma.

Simultaneamente, acompanha grupos de turistas de língua portuguesa em toda a Itália. O seu amor pelo Belo coroa-se com uma longa experiência de trabalho no grandioso templo da arte mundial que são os Museus do Vaticano.
A paixão pela Geografia e o domínio de vários idiomas (português, italiano, inglês, espanhol, francês, alemão, holandês, russo e grego moderno) caminham paralelamente no seu mundo, sendo fontes inesgotáveis de emoções, descobertas e novos desafios. Da sua experiência de vida fazem parte, com efeito, viagens culturais a vários países, em diversos continentes.

No entanto, o seu infinito amor por Itália, seu país de adopção há quase duas décadas, criou em si o desejo de o desvendar, narrar e fazer amar a todos os que o seguem nas suas viagens de exploração de cunho histórico-cultural.

Ver mapa

Campânia – Baía de Nápoles

desde 1900€

por pessoa

Localização

Ver Galeria

Campânia – Baía de Nápoles

desde 1900€

por pessoa

  • Preços por pessoa
    Mínimo 15 participantes
  • Em quarto duplo
    1.900€
  • Suplemento quarto individual
    340€

O preço inclui

  • Acompanhamento do nosso especialista Vasco Sintra (em Roma);
  • Acompanhamento por um elemento de Novas Fronteiras Viagens durante toda a viagem, desde Lisboa (mínimo de 15 pessoas);
  • Passagem aérea em classe económica para percurso Lisboa / Roma/ Lisboa, em voos regulares TAP com direito a 1 peça de bagagem com 23 kg;
  • 7 noites de alojamento no 4***** ou similar;
  • Refeições conforme programa (8 almoços e 1 jantar);
  • Todos os transportes como indicado no programa;
  • Guias locais de expressão portuguesa;
  • Todas as visitas mencionadas no itinerário (devido a questões governamentais a ordem das visitas pode ser alterada mas todas serão garantidas);
  • Todas as entradas mencionadas no programa;
  • Todos os impostos aplicáveis;
  • Taxas de aeroporto, segurança e combustível no montante de 46,00€ (à data de 20/09/2021) – a reconfirmar e atualizar na altura da emissão da documentação);
  • Audio-guias;
  • Seguro Multiviagens;

O preço não inclui

  • Bebidas às refeições;
  • Tudo o que não esteja como incluído de forma expressa;
  • Despesas de caráter particular designados como extras.
  • Gratificações a guia e motorista

 

NOTA: Horários de voos sujeitos a alteração por parte da companhia aérea.