Top
Miróbriga e Sines - Novas Fronteiras Viagens
fade
3010
tour-item-template-default,single,single-tour-item,postid-3010,mkd-core-1.1.1,mkdf-tours-1.3.1,voyage-ver-1.5,mkdf-smooth-scroll,mkdf-smooth-page-transitions,mkdf-ajax,mkdf-grid-1300,mkdf-blog-installed,mkdf-breadcrumbs-area-enabled,mkdf-header-standard,mkdf-sticky-header-on-scroll-up,mkdf-default-mobile-header,mkdf-sticky-up-mobile-header,mkdf-dropdown-default,mkdf-light-header,mkdf-large-title-text,mkdf-title-with-subtitle,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Miróbriga e Sines

Urbanismo e Arquitectura Romana
Viagens com especialistas / Miróbriga e Sines

Miróbriga e Sines

desde 80€

por pessoa
21 Nov 2020
1 dia
Mín. 15 Pessoas

Passeio a Miróbriga e Sines

 

Miróbriga fica situada no limite de uma faixa acidentada que se desenvolve a Este, constituída pelos contrafortes da Serra de Grândola e do Cercal, de que a colina onde se situa o povoado se pode considerar a retaguarda. A Oeste, distando aproximadamente 15 Km em linha recta, o Oceano Atlântico. O local teve uma ocupação anterior à romana, um oppidum da Idade do Ferro, o Oppidum Stipendiarium referido por Plínio, mas alguns investigadores fazem-na recuar até à Idade do Bronze. O contacto com Roma dá-se a partir de finais do século II a. C., sendo a ocupação plena datada do século I d. C. Ascendeu a Municipium na época flávia e tem grandes intervenções arquitectónicas na Época flávia.
De Sines ou do seu território já era conhecida a ocupação humana desde a Pré- História, como comprovavam os inúmeros trabalhos arqueológicos. Da Idade do Ferro, há também registo no concelho. A presença romana também já referenciada através das fábricas de salga romanas existentes no exterior da muralha, foi confirmada em recentes trabalhos no interior da fortificação, e fazer equacionar a função estritamente piscatória e fabril desta cidade.

Ver itinerário

Miróbriga e Sines

desde 80€

por pessoa

21 Novembro 2020 – Sábado - Lisboa | Miróbriga | Santiago do Cacém | Sines | Lisboa

Saída de Lisboa às 8h00 (local a definir) em direção a Miróbriga para visita do sítio arqueológico. Almoço em Santiago do Cacém. Continuação para Sines, para visita do castelo e núcleo museológico. Paragem junto à Igreja de Nossa Senhora das Salas. Regresso a Lisboa no final do dia.

Fim da viagem
Ver mapa

Filomena Barata

Arqueóloga

Natural de Luanda, licenciada em História pela Faculdade de Letras de Lisboa, concluiu o Mestrado de Arqueologia na Faculdade de Letras do Porto, em 1997.
É, atualmente, técnica Superior do Museu Nacional de Arqueologia em Lisboa e, dado o seu vasto curriculum, guarda um grande conhecimento na área do Património Cultural e da Época Romana, temática à qual tem dedicado toda a sua investigação e estudo.
Filomena Barata propõe, nas viagens em parceria com Novas Fronteiras, melhor conhecer todos os lugares e cidades, portos e termas, contruídos por um dos maiores Impérios da Antiguidade ao longo de todo o Mediterrâneo.
Foi, Directora Regional de Évora do extinto Instituto Português do Património Cultural de 2001 até 2008.
Foi Assessora da Direcção do IMC (Instituto Português de Museus), em 2009.
Lecionou na Universidade de Évora, nos anos de 2005-2006, as disciplinas de Epigrafia e Arqueologia da Romanização.
Lecionou em Angola, no Instituto Superior de Porto Amboim, História do Direito Romano, em 2015.
Tem participado em inúmeros colóquios e congressos sobre Património Histórico-Arqueológico e Artístico, bem como tem sido responsável por várias mostras museológicas, tendo vasta obra publicada no âmbito do Património Cultural e Herança Romana.
Foi Co-responsável pelo Programa «Itinerários Arqueológicos do Alentejo e do Algarve», um programa em colaboração entre a Secretaria de Estado da Cultura e do Turismo.
Foi Responsável pelas Ruínas de Miróbriga e pelo seu programa de Valorização até 2009.
Fez parte do Conselho Editorial do Consórcio da Cidade Histórico-Artística e Arqueológica de Mérida e foi correspondente portuguesa da Revista de Arqueologia, Madrid.
É cronista da Revista Incomunidade.
Foi responsável científica da «Revista Portugal Romano».
É responsável pela página A Lusitânia.
Pertence ao CIDHEUS, Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades.Univ. Évora.

Ver mapa

Miróbriga e Sines

desde 80€

por pessoa

Localização

Ver Preços

Miróbriga e Sines

desde 80€

por pessoa

  • Preços por pessoa
    Mínimo de 15 participantes
  • Passeio
    80 €

O preço inclui

  • Acompanhamento de Filomena Barata (arqueóloga);
  • Acompanhamento de um representante Novas Fronteiras desde Lisboa;
  • Circuito em autocarro de turismo;
  • Todas as entradas e visitas conforme programa;
  • Almoço em restaurante local;
  • Bebidas às refeições;
  • Seguro de assistência em viagem;
  • Gratificações;

O preço não inclui

  • Tudo o que não esteja como incluído de forma expressa;
  • Despesas de carácter particular designados como extras.